abril 01, 2016

Dolce Vita Em Trastevere!


Oi pessoas queridas!
Bom dia pra vocês!
A vida é Doce e Bela na Cidade Eterna!


Trastevere, o melhor da vida noturna em Roma, o bairro mais boêmio, cheio de cafés, bares, restaurantes, com aquela gastronomia italiana maravilhosa...
Nação apaixonante, com uma capital que acolhe e aconchega a todos.

O nome Trastevere vem do latim e significa além do Tibre ou além do Tevere. Ou seja, depois do Rio Tevere, um rio que atravessa a região da Toscana, a Úmbria, o Lácio e deságua no Mar Tirreno.
As águas do Rio Tevere separam Trastevere do centro da capital italiana.


Suas ruas pitorescas feitas de pedra, são estreitas e sinuosas, quase nem passam os carros. Das janelas das antigas casas, cuja formosura e beleza é destacada pelo amarelo descascado das paredes podemos ver mammas italianas observando o movimento.
As roupas penduradas nas ruas, balançando no ar trazem aquela energia boa de paz, de casa gostosa, energia de amor, de família.



E as praças românticas convidam os casais a um encontro cheio de paixão e amor, doces lembranças da vida!


Não acreditava possível

se pudessem dizer, estas palavras:

Além do bem mais precioso,

estás tu. Além do sonho mais ambicioso,

estás tu.

Além das coisas mais belas,

além das estrelas, estás tu,

além, estás tu, para mim, para mim,

somente para mim!






Após a construção da Ponte Sisto, sob ordens do papa Sisto IV, em 1479, Trastevere foi integrado com o restante de Roma.


O Rio Tibre cortando os arcos da Ponte é mais antigo que a cidade eterna. Segundo a mitologia romana, um cesto com os gêmeos recém-nascidos Rômulo e Remo, filhos de Ares (Marte) e a mortal Rhea Silvia foi jogado neste rio pelo rei Amúlio. A correnteza os arremessou à margem do rio e foram encontrados por uma loba, que os amamentou e cuidou, até que estes foram achados pelo pastor Fáustulo, que junto com sua esposa os criou como filhos.




Na vida adulta Rômulo teria fundado Roma, e a ele também é atribuído a instituição do Senado e das Cúrias.


A praça Trilussa, do outro lado da ponte Sisto, marca o início de Trastevere. 
O local é dedicado ao poeta Carlo Alberto Salustri "Trilussa", morto em 1950, que escrevia seus versos em dialeto romano.



Viajar, conhecer lugares variados, e amar as pessoas é um dos maiores bens que podemos guardar na memória, nas lembranças, e principalmente no coração!
A Itália é assim, faz todos nós suspirarmos de amor!

Amigos queridos, que vocês possam apreciar as belas imagens de La Città Eterna!
Desejo um excelente final de semana pra vocês, com muito amor e carinho!

Grande beijo,

Beatriz Oberg.





















































Basílica de Santa Maria em Trastevere























Imagens: Pinterest, Google



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá pessoas queridas do blog!
É muito gostoso ver o comentário de vocês, fico feliz com todas as ideias, opiniões e sugestões.
Muito obrigada, todos são muito bem vindos!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...